Escola de Dança

A Escola de Dança

No Colégio a Escola de Dança aponta para três objetivos distintos mas inseparáveis: conhecer as origens da Dança; formar para a técnica artística; aplicar todas as técnicas aprendidas. Pretende-se que a sequência de exercícios, posições e movimentos, contribuam para um gradual trabalho de evolução ao nível físico, criando uma melhor postura, estabilidade, segurança, harmonia, equilíbrio e graciosidade. Em coreografias de grupo ou em solo os alunos desenvolvem performances exigentes que vão além de um trabalho físico e sistemático.

A formação na atividade de Ballet Clássico é composta por três níveis, com a duração de quatro anos cada, designadamente: Iniciação, Intermédio e Avançado. A correta postura do tronco, das pernas e pés e coordenação de todo o corpo definem os principais objetivos da aprendizagem inicial, exercícios variados contribuirão, ao longo dos primeiros quatro anos, para criar bases sólidas que compreendem o conhecimento da terminologia usada, o conjunto de movimentos e passos de diferentes graus de dificuldade. Os exercícios aprendidos e executados permitirão ao aluno, em pequenos trabalhos coreográficos, apresentar as suas performances nas várias atividades culturais que decorrem ao longo do ano. Já no nível intermédio, o aluno deverá ser capaz de desenvolver a virtuosidade, o enriquecimentos do vocabulário e desenvolver exercícios combinados e coordenados de forma mais extensa. A qualidade da técnica, associada a ritmos e dinâmicas mais complexas, começa a ser uma preocupação, onde deverá ser notória a evolução no fluir do movimento, o alongamento, força e controle. O nível avançado permitirá ao aluno desenvolver-se para o seu máximo virtuosismo e capacidade artística, mantendo todos os fundamentos inerentes à técnica clássica.

O ensino da Dança Clássica tem já longa história no Colégio, fazendo parte da componente extracurricular, desenvolveu-se significativamente, sendo, até à atualidade, parte indispensável das atividades culturais e religiosas promovidas. Mas a Escola de Dança é uma realidade recente, decorrente de transformações dos espaços do Colégio em 1996 e do mérito da Diretora Pedagógica, atual Diretora Geral, que desde muito cedo, abraçou este projeto e auxiliou-se de uma notável professora de Dança. A aposta foi e continua a ser forte, num contexto de exigência técnica e artística onde vários alunos de diferentes faixas etárias, desenvolvem um trabalho profícuo, de intenso rigor técnico e estético. Um grande número de coreografias foram até hoje estudadas, desenvolvidas e apresentadas[1], desde clássicos a interpretações contemporâneas, em grupo, dueto ou solo. Inúmeras iniciativas culturais na cidade e na participação em concursos nacionais e internacionais, como o Dançarte, Tanzolymp, Leiria Dance Competition, DWC (Dance World Cup) ou a YAGP (Youth America Grand Prix), nos quais os prémios alcançados atestam a qualidade do trabalho desenvolvido, comprovam também um notável serviço público de dinamização cultural que o Colégio promove, não apenas à comunidade local mas também ao país.

[1] Quebra Nozes, Cats, Jesus Cristo Superstar, Senhor dos Anéis, D. Quixote, Sonho de uma noite de Verão, Lago dos Cisnes, La Bayadère, Bela Adormecida, Paquita, Corsário, Cinderela, Alice no Pais das Maravilhas, Coppélia, Giselle, História da Dança, A Dança Vive, Existo, Logo Danço, Dança pela Paz, Dançar dá cor à vida, Alma Lusa em Dança, Simplesmente… Dançar!, Movimento Perpétuo, entre outros.